Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Janeiro, 2013

Era uma vez um rei que gostava muito de desfiles e paradas. Até lhe chamavam o rei dos soldados ou rei-soldado, embora ele fosse o general de todos os generais. 
Quando passava revista à guarda de honra, cerimónia a que se dedicava várias vezes ao dia, tinha por hábito estacar de tantos em tantos homens, para dirigir, cara na cara, ao soldado perfilado à sua frente as seguintes perguntas: 
– Que idade tens?

” para ler o conto na integra Aqui

Trabalho realizado pela aluna Ligia

Anúncios

Read Full Post »

Dia Mundial da Liberdade

Hoje, dia 23 de Janeiro, comemora-se o dia Mundial da Liberdade.

Não podemos esquecer que “TODOS NÓS NASCEMOS LIVRES

A Liberdade é o conjunto de direitos reconhecidos ao indivíduo, considerado isoladamente ou em grupo, em face da autoridade política e perante o Estado.

A Liberdade é o

poder que tem o cidadão de exercer a sua vontade dentro dos limites que lhe faculta a lei.

Trabalho realizado pelo aluno João Capela Aqui

Read Full Post »

A mensagem que se segue foi enviada para o e-mail, depois de ter sido enviado o trabalho de Parabéns!

Olá  queridos amigos Sorriso !!
 
Foi com enorme satisfação e emoção que recebi os votos de parabéns que me enviaram.Surpreendido
 
Está sensacional o vosso trabalho!!Os meus parabens pela iniciativa e o meu muito obrigado por
 se lembrarem de mim.Coração vermelho
 
Gostaria de lhes dar um enorme beijinho pessoalmente, mas estou em Bragança, apesar da minha escola de origem ser em Murça, o Jardim de Infancia ” O amarelinho”, do qual tenho muitas saudades.
 
Vou anexar a musica do Andre Sardet  ,”Adivinha o quanto  gosto de ti”, da qual gosto muito, que lhes dedico com todo o meu carinho.Rosa vermelha
 
Eu também gosto de voces, “desde aqui até à lua”!
 
Feliz 2013 para todos voçes.
 
Beijinhos
 
Uma amiga ao vosso dispor,
 
Armanda Freitas”

Read Full Post »

A galinha tinha ido fazer um piquenique ao pinhal, na companhia dos filhos. 
Estavam eles já à volta do bolo, quando lhes apareceu um raposo raposão. 
– Ora viva a bela merenda – cumprimentou o raposo. 
– Quer do nosso bolo? – perguntou a galinha, a medo. 
– Quero o bolo e o acompanhamento – respondeu o raposo. 
O que ele queria dizer a galinha percebeu, mas fez-se de tola: 
– É só o que tenho. O resto já comemos, senhor raposo. 
Ele não quis saber. Em duas dentadas deu conta do bolo todo. 
– Agora, venham os pintos – disse, ainda de boca cheia. 
– Os pintos, senhor raposo, não prestam para o seu apetite. São só penas e ossos. Se quer coisa de mais substância, talvez eu lhe sirva?….

Trabalhos realizados pelos alunos: LIGIA e MÁRCIO

Read Full Post »

A história do dia 08 de janeiro de 2013 era sobre a disputa entre flores. As flores eram pintadas, bordadas e de papel.
Estava uma flor bordada num saco de guardanapo a olhar para uma flor pintada numa jarra de porcelana. E vice-versa.
A flor bordada queria meter conversa com a flor pintada. E vice-versa.
Entretanto, a flor bordada pensava: “Sou mais bonita do que ela.” E vice-versa.
Afinal, a flor de folhas frágeis, que qualquer corrente de ar agitava, a flor de longa haste, mergulhada na jarra, é que tinha razão.
Aqui para nós e em segredo, diremos que também não tinha razão nenhuma. Pois se ela era apenas uma simples flor de papel… 

Trabalho do aluno João Pedro (Aqui)

Read Full Post »

Mensagem dos meninos da EE

Read Full Post »